Vinhedo do Mundo

Desde 2011, a vinícola Dal Pizzol realiza a colheita simbólica, celebrando a cultura do vinho e a solidariedade entre as nações representadas pelas 164 variedades de uvas de 22 países que hoje compõem o vinhedo. Na terceira colheita simbólica, realizada neste domingo, 03 de fevereiro, a vinícola aproveitou para lançar o Vinum Mundi 2012, feito a partir de micro vinificações com 60 variedades de uvas oriundas de oito países.

Único nas Américas, o Vinhedo do Mundo é uma coleção de variedades vitis do planeta, sendo a terceira maior do mundo. Em sete anos de trabalho, já são 164 tipos de videiras de 22 países que ocupam 0,7 hectare, mas a intenção é ultrapassar 400 variedades. A proposta promete se tornar um dos ícones do mundo do vinho no Brasil. O objetivo é desenvolver as variedades neste pequeno espaço, acessível a aficionados, estudiosos e interessados, cuja colheita tornou-se, a partir de 2012, um evento cultural do Instituto R. Dal Pizzol, entidade sem fins lucrativos que se destina a propagar e enaltecer as tradições e a civilização dos povos.

O acompanhamento e avaliação das potencialidades enológicas das uvas é feito através de um programa de vinificação desenvolvido junto com a Embrapa Uva e Vinho. O manejo das videiras é coordenado pelo engenheiro agrônomo da Dal Pizzol, Tiago Postal. A colheita simbólica integrou a programação do 4º Bento em Vindima.

Além de atrativo turístico e fonte de estudo, o projeto também tem a missão de gerar um vinho para fins beneficentes. “O Vinhedo do Mundo é um símbolo e uma mensagem de solidariedade humana que só a cultura do vinho e suas implicações filosóficas são capazes de expressar. A cultura do vinho não se limita apenas ao que está dentro da taça”, afirmou Rinaldo Dal Pizzol, diretor da vinícola e responsável pelo projeto.

3ª Colheita Simbólica do Vinhedo do Mundo – 03 de fevereiro de 2013

Variedades de uvas colhidas: 36 variedades de 13 países
Barlinka (África do Sul), Bonarda (Itália), Brunello di Montalcino (Itália), Caladoc (França), Carignane (França), Castelão (Portugal), Dornfelder (Alemanha), Durif (França), Flora (EUA), Grillo (Itália), Gropello (Itália), Királyeányka (Hungria hoje Transilvânia - Romênia), Lagrein (Itália), Lambrusco Salamino (Itália), Macabeo (Espanha), Malbec (França), Malvasia Bianca Lunga (Grécia), Marselan (França), Montepulciano (Itália), Moscato Embrapa (Brasil), Nero d’Avola (Itália), Palomino (Espanha), Petit Verdot (França), Peverella Rosada (Itália), Rebo (Itália), Rondinela (Itália), Rubi Cabernet (EUA), Shyraz (De origem incerta, com versões de que a mesma tem origem na cidade de Shiraz no Irã, e na região do Rhône na França), Sylvaner (Império Austríaco - Transilvania), Tempranillo (Espanha), Tinta Cão (Portugal), Tinta Madeira (Portugal), Tintoreira (Chile), Verduzzo (Italia), Viognier (França) e Xare-lo (Espanha).





Endereço:
Rua Profª Maria Dal Conte, 3035
Flores da Cunha - RS - Brasil
CEP 95270-000

Telefone:
(54) 3292-1461



Contato:
turismo@terrabela.com.br

Cadastre-se e receba nossas novidades:
Nome:

E-mail:

Cidade:



Copyright 2011 - Todos os direitos reservados